Em águas holandesas

Após construir réplica reduzida da barca de Noé, criacionista holandês prepara novo projeto, desta vez na mesma dimensão da original, para dar a volta ao mundo.



A história do dilúvio da Bíblia
(Gênesis 6–9) foi trazida à luz dos tempos modernos pelo criacionista holandês Johan
Huibers. I nspirado por um trágico sonho, segundo o qual seu país seria atingido por
uma inundação, H uibers resolveu criar uma réplica da barca de N oé. Sua criação virou
atração turística e cultural na H olanda e tem chamado a atenção de pessoas de
todas as partes do planeta, dos mais diferentes credos. T anto sucesso e repercussão
ainda não foram suficientes para o holandês. Ele quer que o mundo conheça essa
história e reflita sobre a generosidade de Deus. A ssim, ele vem se dedicando à construção
de outra versão da barca, desta vez do tamanho da original descrita na Bíblia
Sagrada, que deverá ser apresentada para o mundo em 2012. “Nós queremos espalhar
a Palavra de Deus e a história de Noé mundo afora”, revela H uibers.
Concluída em abril de 2007, a primeira réplica foi projetada com a metade
das dimensões da embarcação dos tempos bíblicos. São 70 metros de comprimento
e 13 metros de altura, o equivalente a um prédio de quatro andares. A estrutura levou
quase dois anos para ficar pronta e foi erguida com cedro e pinho, exatamente os
mesmos materiais utilizados por Noé. A bordo da barca podem permanecer até 900 pessoas, além das 100 réplicas de animais em tamanho natural, como girafas, crocodilos, leões, zebras, entre outras espécies. No seu interior, os visitantes são guiados através de pegadas de elefantes.
A lém do sensacional passeio, o visitante pode assistir a filmes bíblicos e participar de uma simulação de inundação. Sem dúvida, uma verdadeira viagem no tempo.


Desde que foi inaugurada, a barca recebeu mais de 350 mil visitantes e passou por 12 cidades holandesas. Por onde atraca, causa um impacto significativo entre os mais diferentes públicos.
“Somos visitados por gente de todo os tipos e idades. Pessoas de igrejas tradicionais,
judeus, mulçumanos e também ateus. Todos interessados pela história da barca. Recebemos pessoas do mundo inteiro, inclusive do Brasil”, relata H uibers. Volta ao mundo A segunda barca de Noé está sendo construída com a ajuda de sua família, no porto da cidade de D ordrecht.
Com o dobro do tamanho da anterior, terá as mesmas dimensões da embarcação original da Bíblia: 140 m de comprimento, 25 m de largura e 20 m de altura. A previsão é concluir o novo empreendimento em 2012. Quando pronta, a chamada “Grande Barca”, que hospedará mais
animais e até trenzinho para levar os visitantes, excursionará pelo mundo. Primeiro, será apresentada ao público da Inglaterra e do resto da Europa. D epois, atravessará o oceano rumo aos Estados Unidos e demais países da A mérica, com parada prevista em águas brasileiras.
Simultaneamente, a primeira barca, projetada no tamanho máximo para navegar pelos canais das cidades holandesas, continuará em viagem pela Holanda e também pela vizinha A lemanha.
Conheça mais sobre o projeto holandês

pelo site: http://www.arkvannoach.com.
0